Segunda-feira, 17 de Agosto de 2009

Um bom projecto cultural em Luanda

ImageA construção do “Complexo Teatro Avenida” está orçada em 126 milhões de dólares, e o seu prazo de construção é de 36 meses. A informação foi divulgada em Luanda, durante uma sessão de consulta pública organizada pelo Ministério do Ambiente e a empresa Dry Dock.

O projecto é construído no mesmo espaço do Teatro Avenida. O administrador da Dry Dock, George Sherrel, o complexo tem 21 andares e inclui um teatro com capacidade para 510 lugares, quatro andares para escritórios e 14 para apartamentos.

O edifício conta também com quatro andares no subsolo para estacionamento de 179 viaturas.

Além destes equipamentos tem ainda ginásio, cafetaria e serviços com uma vista aberta para a Baía de Luanda.

Tendo em conta o impacto ambiental, o abastecimento de água é feito directamente da rede pública para um tanque de betão. A energia é fornecida através de uma subestação de transformação localizada no subsolo do edifício.

Os trabalhos de demolição e remoção do entulho continuam a ser realizados no velho Teatro Avenida, que durante décadas foi o maior palco das artes cénicas da capital do país.

O director nacional para a avaliação de impactos ambientais, Camilo Ceita, disse que a construção do Complexo Teatro Avenida, constitui uma grande pressão para o ambiente e para a qualidade de vida das pessoas que ali habitam.

Os impactos exercidos por um projecto com estas características e desta envergadura, na óptica de Camilo Ceita, são sempre significativos. “Nenhum projecto está ausente de impactos, , temos é que velar para que sejam sentidos o mínimo possível pelas populações”, disse.

 
publicado por saudacoesangolanas às 22:12
link do post | comentar | favorito

Paulo Flores, no Brasil

ImageO cantor Paulo Flores é uma das atracções do festival “Black to Black”, a decorrer de 28 a 30 de Agosto, no Rio de Janeiro, Brasil. Na sua actuação, o autor de “Xê Povo” vai apresentar ao público brasileiro as novidades do seu mais recente trabalho discográfico “Ex-Combatentes”, e fazer uma incursão musical pelos seus dez discos já lançados no mercado.

Músico, cantor e compositor, Paulo Flores é, actualmente, o expoente máximo da música em Angola.

Paulo Flores vai dividir o palco do “Black to Black” com o angolano Dj Znobia e os artistas brasileiros Gilberto Gil, Marisa Monte, Ed Motta, Banda Black, Margareth Menezes, Rodrigo Maranhão.

Participam ainda no festival a cubana Omara Portuondo, o senegalês Youssou N’Dour e Angelique  Kidjo do Benin.

A cantora cabo-verdiana Mayra Andrade vai apresentar no festival canções do seu mais recente trabalho discográfico, “Stória stória”, que já é disco de ouro em Portugal.

Com 20 anos de carreira e 11 discos editados, Paulo Flores sempre ostentou os valores da cultura angolana, desde a sua herança patrimonial às suas expressões mais vanguardistas, numa busca constante de novas fórmulas e sempre aberto às demais influências musicais.

A trilogia Ex-Combatentes (Viagem, Sembas e Ilhas) é o seu último trabalho. Para esta primeira apresentação dos discos em Portugal, Paulo Flores conta com a especial participação de Jacques Morelenbaum, referência incontornável na actualidade da música brasileira.

 
publicado por saudacoesangolanas às 22:10
link do post | comentar | favorito

Feskizomba Luanda 2009

ImageA cantora Maria João Kanga foi eleita, sábado, vencedora da presente edição do projecto musical “Feskizomba Luanda 2009”, realizado no espaço cultural Chá de Caxinde, Cine Nacional.

A consagração, resultante da interpretação, conteúdo da letra e do enquadramento da cantora com o instrumental, valeu a Maria João Kanga, que interpretou o tema “Não pára de ser”, 368 pontos do jurado. O acto foi assistido por mais de cem pessoas.

Com o valor do prémio, que Maria João Kanga dedicou aos seus familiares, colegas e todos que a apoiaram neste evento, a cantora pretende editar o seu primeiro trabalho discográfico.

De 19 anos, Maria João Kanga frisou ainda que canta há quatro anos e, apesar de ter vencido o “Feskizomba 2009”, pretende dar continuidade aos seus estudos. “Acredito que a mensagem da letra da música foi determinante para conquistar o primeiro lugar. Portanto vou continuar a apostar no estudo e futuramente numa formação artística para escrever músicas de qualidade”, disse.

No evento, realizado em homenagem à dança kizomba, onde as letras das músicas em concurso retrataram o quotidiano e o amor, o júri decidiu atribuir o segundo lugar ao cantor Kundi de Carvalho “Keici”, pelo tema “Teu beijo”. Em terceiro lugar, com 316 pontos, o júri elegeu a candidata Isabel Ferreira de Jesus, autora do tema “Luanda”.

Porém, a noite não ficou só marcada pela actuação destes novos valores da música. O grupo folclórico “Idimakaji”, “Os Radicais” e o músico Luis Lau também fizeram parte do espectáculo.

Os 18 finalistas em concurso, dos 20 seleccionados, cantaram uma música cada, da sua autoria, por cima de uma base instrumental.

Para a presente edição, a organização recebeu 150 candidatos, além de mais de 200 discos de músicas de outros estilos, mas foram rejeitados por incumprimento das normas do concurso.

 
publicado por saudacoesangolanas às 22:08
link do post | comentar | favorito

Selecçâo de basquetebol no topo

ImageA selecção de Angola somou a sexta vitória no campeonato africano de basquetebol, ao vencer na noite de terça-feira a Nigéria por 93-85, em partida da terceira jornada e última dos oitavos-de-final disputado em Benghazi (Líbia).

Ao intervalo, o resultado era favorável aos angolanos (48-42). Os angolanos apenas permitiram ao adversário passar à frente por dois pontos no terceiro quarto (55-56 e 59-61 aos 2:27).

 
Resultados parciais: 24-18; 24-24; 20-23; 25-29.
 

Angola termina invicta esta segunda fase da prova e vai defrontar nos quartos-de-final o quarto classificado da outra série, formada pela Tunísia, Marrocos, Camarões, Rwanda, Senegal e RCA.
 

Nestes oitavos-de-final, os campeões africanos venceram sucessivamente a Líbia, por 91-59; a Costa do Marfim, por 88-61; e a Nigéria (93-85).
 
publicado por saudacoesangolanas às 22:06
link do post | comentar | favorito

A importânçia do petroleo Angolano

ImageO sucesso das relações sino-africanas despertou o interesse dos Estados Unidos e a partilha das oportunidades em Angola permitirá a estabilização da oferta de petróleo em nível mundial por meio de uma exploração mais eficiente do combustível, defendem analistas chineses.

Especialistas citados pelo jornal China Daily afirmaram que o périplo da secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, pela África traduz a crescente dependência dos Estados Unidos do petróleo e gás africano, em detrimento do Médio-Oriente, por razões de segurança.

He Wenping, director do Instituto de Estudos Africanos da Academia Chinesa de Ciências Sociais, afirma que os interesses americanos "constatam agora que a China fez bem em cooperar com a África na exploração de petróleo e querem ser os próximos".

Esta situação, aponta Xia Yishan, especialista do Centro Estratégico Chinês de Energia, do Instituto Chinês de Estudos Internacionais, não "é um jogo de soma zero com os interesses chineses".

"O investimento crescente da China na indústria petrolífera de Angola não é uma dor de cabeça para os americanos, mas uma oportunidade para ambos", afirmou.

Xia Yishan defendeu que a corrida ao "ouro negro" em Angola pela China e Estados Unidos permitirá "uma melhor exploração do recurso e a estabilização da oferta de petróleo a nível internacional".
publicado por saudacoesangolanas às 22:03
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Angola, nação com "caracter"

Wednesday, 12 August 2009
ImageAngola é um parceiro duro na negociação de acordos de contrapartidas com as firmas chinesas, sobretudo em comparação com outros países africanos como a Nigéria, conclui o "paper" de um centro de estudos britânico.

A tese é do ‘think tank’ “Chatham House”, com sede em Londres, que considera que a ex-colónia portuguesa não faz parte do estereótipo dos Estados africanos que são explorados pelos “tigres asiáticos” famintos desta matéria-prima.

No relatório intitulado “Sede de Petróleo Africano - Petrolíferas Nacionais Asiáticas na Nigéria e Angola”, o centro de estudos estratégicos britânico destaca a estabilidade política angolana, lembrando que a permanência de José Eduardo dos Santos há três décadas no poder “ajudou a criar a Sonangol, uma funcional empresa petrolífera estatal”.

Angola passou a ser em 2008 o segundo maior fornecedor de petróleo à China, assegurando para o país africano empréstimos oriundos de Pequim na ordem dos 13 mil milhões de dólares (9,2 mil milhões de euros).

“Enquanto a Nigéria brincava à política com os parceiros asiáticos, Angola foi orientada pela necessidade económica para acelerar o acesso a fundos para financiar a sua reconstrução”, lê-se num ‘paper’ divulgado no dia em que Hillary Clinton, terminou uma visita relâmpago ao território, onde a secretária de Estado dos EUA pediu maior transparência nos negócios do petróleo.

Este documento avisa, porém, que nos últimos anos a China “tem estado a modernizar as suas refinarias para reduzir as necessidades de petróleo de África”, sendo “de esperar que se torne menos dependente nos próximos anos".

 

publicado por saudacoesangolanas às 21:59
link do post | comentar | favorito

O começo de uma bela amizade

ImageEm Luanda, Hillary Clinton mostrou ter aprendido a lição de John Kennedy aos americanos: "Não perguntem o que pode a América fazer por vocês, perguntem o que vocês podem fazer pela América." Quando perguntada sobre o que iria fazer para combater a crescente influência chinesa em Angola, Hillary respondeu: "Não estou preocupada com o que os outros fazem em Angola, mas sim com o que os Estados Unidos podem fazer."

Claro que aos Estados Unidos não agrada a força chinesa na construção de estradas, pontes, escolas, caminhos-de-ferro e linhas telefónicas na mais dinâmica economia africana actual. Mas a América já percebeu que em Angola tem de apostar sem ser em reacção às apostas de outros.

Já perdeu muito tempo, com aliados perdedores (nos anos 60 com a UPA-FNLA e na guerra civil com a UNITA), na presunção de que o MPLA era aliado dos "outros".
 

As americanas Chevron e Exxon produzem metade do petróleo angolano (que lidera a produção africana), mas a delegação americana sublinhou outras áreas: as prioridades são a agricultura, sector em que Angola já foi grande exportadora, e as hidroeléctricas.

Com esses interesses económicos, a política é considerada como diálogo e não arma de arremesso. As presidenciais estão atrasadas? "Sinto-me encorajada pelos passos que o Governo angolano tem dado", disse Hillary, com a prudência sustentada pela certeza de que em 2010 haverá mesmo essas eleições.
 

A visita de Hillary Clinton foi um sucesso para Angola. Mas, como Hillary diria, o que ela quis é que fosse um sucesso para a América. Provavelmente será as duas coisas.
 

 
publicado por saudacoesangolanas às 21:57
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. simplesmentedetalhes

. ...

. Finalmente o turismo Ango...

. DJ Kadú ganha disco de ou...

. A economia de Angola não ...

. Bolsa de valores em Ango...

. Construção "uma mina de o...

. Angola na Expo-China

. Grande Festa Mangolé

. Mia Couto e Agualusa nome...

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Desconstruções

blogs SAPO

.subscrever feeds