Sexta-feira, 5 de Fevereiro de 2010

Dom Kikas 15 anos de trabalho.

ImageCom mais de 15 anos de trabalho, cinco cd’s lançados sempre dedicados a música Angola, Dom Kikas tem se reinventado ano após ano de forma a agradar o seu público e cativar novos, só dessa forma é visível uma plateia dos 8 aos 80 a cantar e a dançar ao seu ritmo.

Sendo um “apologista e várias sonoridades, até mesmo daqueles que dificilmente escutamos” faz com que o equilíbrio da sua música seja importante “como se estivesse no inicio de carreira”.

Desde o primeiro CD que trabalha com ritmos que passam pela Kizomba, o Semba, a Kazucuta, Kilapanga entre outros, nunca esquecendo a cultura angolana, Dom Kikas chega mesmo a cantar em dialectos tradicionais.

Desta forma “trago um pouco de Angola para Portugal”. Reside em Portugal há vários anos e deste público tem tido igualmente uma boa recepção, que se sente nos concertos em que 90 por cento da assistência é portuguesa, conhecedora e amante das suas melodias.

No seu ponto de vista, se a música africana não está tão afirmada em Portugal já não está ligado a questões raciais, mas sim culturais. E só com a ponte Angola \ Portugal de músicos é que essa barreira será ultrapassada: "Um incentivo a aprendizagem e ao conhecimento da  nossa história”. Para o cantor as músicas têm um momento certo, como os hits “ Angolamente sensual” e “ Esperança moribunda” que se até hoje são cantadas é porque "saíram na hora H", afirma o cantor.

Angola é o seu "mercado natural” e dessa forma mantém uma ligação muito forte, foi lá que montou a sua produtora AMG (Angola Music Group) que prepara cantores cheios de talento, para lançar no mercado.

Esta produtora anualmente edita “Boas festas Angola” que já vai na 4.ª edição, sempre com sucesso, e nesse CD participam vários cantores de renome.

É com a sua música que Dom Kikas incentiva os mais novos, enriquece a auto-estima da população, a sua participação com alguns artistas como Bonga, Ângelo Boss Walter Vidal entre outros numa música especialmente para o CAN2010 é exemplo disso.

Mas não é apenas através da sua música que ajuda, fá-lo trabalhando com algumas ONG’s, relembrando sempre que todos “temos uma responsabilidade social para com o nosso povo” e é de nós que deve “partir o primeiro passo”.

 
Última Actualização ( Friday, 08 January 2010 )

publicado por saudacoesangolanas às 19:34
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. simplesmentedetalhes

. ...

. Finalmente o turismo Ango...

. DJ Kadú ganha disco de ou...

. A economia de Angola não ...

. Bolsa de valores em Ango...

. Construção "uma mina de o...

. Angola na Expo-China

. Grande Festa Mangolé

. Mia Couto e Agualusa nome...

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Desconstruções

blogs SAPO

.subscrever feeds