Domingo, 10 de Janeiro de 2010

Melhores comunicações, maior progresso!

ImageO sector de Telecomunicações e Tecnologias de Informação tem, para 2010, projectos para modernização da rede básica no sentido de acelerar o processo de estruturação da oferta dos serviços públicos básicos às populações e viabilizar vários empreendimentos públicos e privados.

No ano passado, o Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação concluiu os projectos de informatização dos balcões dos correios e criou o centro nacional de tecnologia de informação e aprovou o projecto de criação da rede nacional de governação electrónica.

Nas telecomunicações, o sector atingiu 7.980.000 assinantes activos no serviço móvel, elevando a teledensidade para 45 por cento, um valor que ultrapassa os 43 previstos. Na rede fixa, previa-se uma teledensidade de 1,4 por cento, mas apenas foi alcançada a cifra de 0,72 por cento, resultante de 126.286 utentes.

Ao anunciar os projectos para 2010, o ministro José Carvalho da Rocha indicou acções a desenvolver como a conclusão do Livro Branco das tecnologias de informação e comunicação, sua aprovação e execução. Atenção especial vai ser prestada ao processo de reestruturação da empresa Angola Telecom, alinhando o processo com as decisões emanadas pelo Governo.

No sector postal, o ministério vai continuar o processo de modernização da actividade, a recuperação da rede postal e implantação de estações postais nas zonas residenciais emergentes e parques industriais.

Potencialidades
Através das telecomunicações, pretende-se apoiar a meteorologia e geofísica, a aeronáutica, o ambiente, as águas, a pesca, a agricultura e o planeamento urbano nas suas acções. O sector pode também cooperar com os órgãos responsáveis pela preservação e socorro às situações de catástrofes naturais.

O sector de tecnologias de informação tem a vantagem de, em função da sua capacidade intrínseca, aumentar a produtividade de todos os sectores que possam absorver os seus processos, gerando economias de escala.

Já os serviços postais podem operacionalizar os conceitos de correios de proximidade e estações multifuncionais que vão funcionar como ferramentas para a fixação das populações nas suas áreas de origem.

Existe ainda a capacidade potencial de acelerar o processo de estruturação dos serviços públicos básicos às populações e de viabilização de vários empreendimentos públicos e privados.

 
publicado por saudacoesangolanas às 11:45
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. simplesmentedetalhes

. ...

. Finalmente o turismo Ango...

. DJ Kadú ganha disco de ou...

. A economia de Angola não ...

. Bolsa de valores em Ango...

. Construção "uma mina de o...

. Angola na Expo-China

. Grande Festa Mangolé

. Mia Couto e Agualusa nome...

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Desconstruções

blogs SAPO

.subscrever feeds