Terça-feira, 6 de Outubro de 2009

Angola vai produzir vinho!

O enólogo português Mário Louro estimou segunda-feira, em Lisboa, Portugal, que Angola pode começar a produzir vinhos a partir de 2014, para abastecer o mercado interno com produto nacional, gerar mais empregos e concorrer com marcas internacionais.


Falando numa sessão de provas de vinhos tinto, branco e rosé, o técnico em produção de vinhos justificou a sua afirmação pelo facto de notar em Angola as iniciativas do empresariado público-privado no desenvolvimento da cadeia do vinho e o forte interesse e disponibilidade de Portugal apoiar os investidores nesta actividade.

Para si, protocolos de intenções entre agentes angolanos e portugueses podem ser brevemente assinados com vista a realização de análises dos solos angolanos para se apurar o índice de acidez e da alteração das temperaturas das potenciais reagiões angolanas para a produção do vinho. 

Segundo Mário Louro, as províncias do Centro e Sul de Angola, sobretudo a do Huambo, pelo solo e climas reúnem características e condições para o cultivo de uvas, propicias para a produção de vinhos.

Além destas condições, realçou ser fundamental no processo de criação de vinhas (conjunto de videiras) introduzir-se o sistema de rega da planta gota-a-gota, para se evitar a danificação da cultura nos períodos de estiagem (escassez de chuvas).

O enólogo salientou ser favorável Angola iniciar a produzir vinhos branco por ser um país mais quente e pelo facto de vinhos desse género serem tendencialmente frescos.

Indicou que por se registar, na maioria dos países produtores de vinho, poucos vinhos brancos pelo seu alto consumo, a abertura em Angola de linhas de produção de vinhos brancos reduziria esta escassez, bem como serviria para atrair mais consumidores.

“Os vinhos brancos como os roses por serem essencialmente mais suaves, dóceis e com pouco álcool são adequados para iniciantes no consumo de vinho e são muito bons para acompanhar com comidas africanas, chinesas e italianas, sobretudo”, justificou.

Mário Louro é formador e júri internacional de provas de vinhos, membro da Associação de Promoção de Vinhos Portugueses, já formou agentes hoteleiros angolanos na área vinícola, da restauração e distribuição de vinhos.   

 
publicado por saudacoesangolanas às 15:13
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. simplesmentedetalhes

. ...

. Finalmente o turismo Ango...

. DJ Kadú ganha disco de ou...

. A economia de Angola não ...

. Bolsa de valores em Ango...

. Construção "uma mina de o...

. Angola na Expo-China

. Grande Festa Mangolé

. Mia Couto e Agualusa nome...

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Desconstruções

blogs SAPO

.subscrever feeds