Terça-feira, 6 de Outubro de 2009

Corrupção de alto nível!

Uma empresa britânica tornou-se esta semana a primeira do país a ser declarada culpada por subornos a políticos e funcionários estrangeiros. De acordo com o «The Guardian», a Mabey & Johnson, com sede em Raeding, e que se dedica à construção de pontes, sendo responsável por muitos contratos financiados com dinheiro dos contribuintes britânicos, pagou subornos a 12 pessoas de seis países.


John Hardy, da Serious Fraud Office, responsável pela investigação destes crimes, referiu no tribunal londrino de Southwark que a empresa, propriedade de uma das famílias mais ricas da Grã-Bretanha, pagou um total de um milhão de libras (1.1 milhão de euros) a políticos e funcionários para conseguir contratos de exportação avaliados em cerca de 70 milhões de libras (76 milhões de euros).

A Mabey & Johnson pagou 470 mil libras (cerca de 512 mil euros) a políticos e funcionários do Gana, mas entre os subornados também figuram os nomes de ministros e funcionários de outros países como Angola, Madagáscar ou Moçambique, Bangladesh e Jamaica, refere a «EFE».

Segundo Hardy, ao longo de oito anos, a empresa entregou 100 mil libras (perto de 110 mil euros) ao ex-ministro jamaicano de Obras Públicas Joseph Hibbert para obter em troca importantes contratos, um deles, avaliado em 14 milhões de libras (15.4 milhões de euros).

A empresa violou também as sanções da ONU contra o regime iraquiano de Saddam Hussein ao pagar 363 mil libras (396 mil euros) ao Governo do ditador árabe, em 2001 e 2002.

A empresa confessou os subornos e terá agora de pagar mais de 6.5 milhões de libras (7.15 milhões de euros) em multas e indemnizações aos Governos estrangeiros afectados.

Esta é a primeira vez que Serious Fraude Office chega a um acordo ao estilo norte-americano com uma empresa acusada de corromper funcionários estrangeiros.

Os investigadores decidem na próxima quarta-feira a possibilidade de aplicar um regime semelhante no caso da empresa britânica, BAE, maior fabricante de armamento do país, também acusada de suborno a estrangeiros.

 
publicado por saudacoesangolanas às 15:08
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. simplesmentedetalhes

. ...

. Finalmente o turismo Ango...

. DJ Kadú ganha disco de ou...

. A economia de Angola não ...

. Bolsa de valores em Ango...

. Construção "uma mina de o...

. Angola na Expo-China

. Grande Festa Mangolé

. Mia Couto e Agualusa nome...

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Desconstruções

blogs SAPO

.subscrever feeds