Quinta-feira, 14 de Maio de 2009

Sonangol investe na habitação

ImageA Cooperativa Cajueiros, adstrita ao Grupo Sonangol, vai construir seis mil habitações até 2012. A empreitada enquadra-se no Programa Nacional de Habitação, no âmbito do qual está prevista a edificação de um milhão de fogos em quatro anos.

A informação foi prestada, segunda-feira ao Jornal de Angola, em Luanda, pelo presidente de direcção da cooperativa, Carlos Cunha, no fim de um encontro entre o Governo Provincial de Luanda e representantes de algumas cooperativas, imobiliárias e empreiteiros, para analisar o problema habitacional, presidida pelo vice-governador provincial, Bento Soito.

Carlos Cunha disse que a maior parte das residências vão ser erguidas na província de Luanda. “O Governo está a fazer um trabalho bastante pontual e oportuno no que toca aos acessos às áreas habitacionais. No entanto, é necessário que o Estado comparticipe na urbanização e nas obras de infra-estruturas”, afirmou.

O vice-governador Bento Soito disse que o Governo Provincial de Luanda já constituiu a sua comissão provincial de habitação, que tem, entre outras tarefas, a incumbência de fazer o levantamento de todos os projectos imobiliários, quer os que já estão a ser construídos, quer os que estão por começar.

O director técnico da imobiliária Jardim do Éden, Nataniel Alberto, disse que a ocupação anárquica de terrenos e a falta de infra-estruturas que deveriam ser construídas pelo Governo, estão entre os grandes constrangimentos na implementação dos projectos imobiliários.

“No nosso projecto, que está situado no município de Kilamba Kiaxi, na zona do Camama, das duas mil casas previstas, 550 já foram concluídas e entregues aos proprietários”, referiu.

Um terço da área construída já tem água, energia eléctrica e arruamentos, disse Nataniel Alberto, que considera bastante positiva a iniciativa do Governo de chamar as imobiliárias a participar no Programa Nacional de Habitação.

O presidente da Cooperativa “Lar do Patriota”, general António Henriques da Silva, afirmou que, das 1200 casas erguidas pela cooperativa, na zona do Benfica, 800 já foram entregues aos sócios.

 
publicado por saudacoesangolanas às 15:54
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. simplesmentedetalhes

. ...

. Finalmente o turismo Ango...

. DJ Kadú ganha disco de ou...

. A economia de Angola não ...

. Bolsa de valores em Ango...

. Construção "uma mina de o...

. Angola na Expo-China

. Grande Festa Mangolé

. Mia Couto e Agualusa nome...

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Desconstruções

blogs SAPO

.subscrever feeds