Quarta-feira, 4 de Março de 2009

Ondjaki promove novo livro em Portugal

ImageO angolano Ondjaki encontra-se em Portugal para promover "Materiais Para Confecção de um Espanador de Tristezas", livro descrito pelo próprio como "muito arejado" e "pontuado por poemas "bem-dispostos e relacionados com emoções e sentimentos do quotidiano".

O escritor, de 31 anos e nascido em Luanda, caracterizou à Lusa o seu novo livro como "muito pessoal" e "leve pelos temas que trata".

Ondjaki confirmou presença a 21 de Fevereiro na Livraria Ao Pé das Letras, em Tomar, e no próximo dia 25 na Livraria Pó dos Livros, em Lisboa.

"Materiais Para Confecção de um Espanador de Tristezas" agrupa poemas "escritos e trabalhados ao longo de um ano" e agora editados em Portugal sob a chancela da Caminho.

Em conjunto com a apresentação do livro em Tomar, que será feita por Luís Carlos Patraquim e em que estará presente o autor, a Livraria Ao Pé das Letras recebe também uma exposição de pintura de Ondjaki intitulada "imitação da madrugada" e que o autor definiu como "um complemento" a "Materiais Para Confecção de um Espanador de Tristezas".

"São quadros abstractos que acasalam com o livro e funcionam como um prolongamento dos poemas", descreveu.

A exposição estará patente somente em Tomar devido à "amizade" com os responsáveis do espaço, recentemente inaugurado.

Ondjaki encontra-se em Portugal desde o encontro de escritores de expressão ibérica Correntes d’Escritas, que decorreu na Póvoa do Varzim até ao passado dia 14 de Fevereiro.

O escritor, nascido em Luanda, define Angola como um país que "tem crescido muito artisticamente nos últimos anos".
"Angola - opina - é sinónimo de Cultura. A nível local existe no país muito talento em diversas áreas", faltando no entanto "uma maior força em termos de produção para se trabalhar a exportação dos artistas".

O autor de "Os da Minha Rua", vencedor do Grande Prémio de Conto "Camilo Castelo Branco" em 2007, destaca, no entanto, a "boa recepção de trabalhos de alguns artistas angolanos no Brasil".

Ondjaki co-realizou um documentário sobre a cidade de Luanda, intitulado "Oxalá cresçam Pitangas", em 2006.

Actualmente, assegura ter "duas novas ideias" nessa área, que deverão ser concretizadas num prazo de "três a quatro anos".
publicado por saudacoesangolanas às 18:19
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. simplesmentedetalhes

. ...

. Finalmente o turismo Ango...

. DJ Kadú ganha disco de ou...

. A economia de Angola não ...

. Bolsa de valores em Ango...

. Construção "uma mina de o...

. Angola na Expo-China

. Grande Festa Mangolé

. Mia Couto e Agualusa nome...

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Desconstruções

blogs SAPO

.subscrever feeds